Fratura da Coluna

O que fratura da coluna?
A fratura da coluna ocorre quando alguma parte de uma vértebra perde sua integridade estrutural devido a fraqueza óssea ou excesso de força exercida sobre ela. As fraturas vertebrais acometem mais  os adultos jovens (16-30) do sexo masculino, e são causadas em sua maioria por traumatismos como acidentes de trânsito, traumatismos por violêcia e quedas ao praticar determinados esportes. Acima dos 70 aumentam as chances de fratura vertebral após quedas cotidianas devido a fragilidade óssea do idoso e, as vezes, osteoporose.

Quais os sintomas de uma fratura da coluna?
O principal sintoma é a dor, que caracteristicamente é pior ao permanecer em pé ou movimentar a coluna. Dependendo do tipo de fratura ou deslocamento de fragmentos ósseos, a medula ou os nervos podem ser acometidos, levando a dor e a fraqueza em braços e/ou pernas.

Como é feito o diagnóstico de uma fratura da coluna?
O método mais disponível para o diagnóstico é o Raio-X, entretanto, mesmo com exame normal podem haver fraturas. Nos casos em que há grande suspeita a Tomografia Computadorizada (TC) é o exame mais indicado para identificar uma fratura. A Ressonância Magnética (RM) pode ser utilizada para avaliar lesões em ligamentos da coluna e também para identificar fraturas antigas (até 3 meses) ou falha de cicatrização das fraturas.

Qual o tratamento das fraturas da coluna?
O tratamento depende do local - coluna cervical, torácica ou lombar, e do tipo de fratura. Em alguns casos o uso de órtesess (coletes, colares) pode ser suficientes para a consolidação da fratura. Em outros casos pode ser necessário cirurgia pra fixar as vértebras (artrodese da coluna lombar e artrodese da coluna cervical) e permitir sua cicatrização. Especialmente nas fraturas devido a osteoporose a vertebroplastia e a cifoplastia, podem ser utilizadas pra tratar a fratura e reduzir a dor.

Qual o prognóstico das fraturas da coluna?
O prognóstico depende da gravidade da fratura e a ocorrência de lesões neurológicas ou não. A maioria das fraturas consolidam adequadamente se for realizado o tratamento adequado. As recuperação das lesões neurológicas depende de sua gravidade e tempo até o tratamento, mas na maioria das vezes deixam alguma sequela.

Dr. Cristian Ferrareze Nunes

Neurocirurgia

* Este texto é meramente informativo e não substitui a consulta com um médico.